segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Natal e Quimioterapia...

E já que não é permitido ficar triste, mesmo estando... Não posso reclamar, por que afinal eu já sabia que meu Natal seria assim este ano. Natal com restinho de Quimioterapia. Não é nem o Natal em si, afinal meu Natal só mudou depois que eu conheci Allan, fora isso era só ficar em casa mesmo, fazendo alguma coisa a noite toda. Mas o ruim é fazer alguma coisa com esses remédios ainda no corpo.

De toda forma, poderia ter sido bem pior. Sim, estou com dores, enjoo, e aquela sensação de morte, que pode ser culpa do magnésio, saberemos dia 7 de janeiro. Mas pelo menos não estou com dor no estômago, e nem aquele empachamento horrível que fiquei da última vez. Até me sinto mais forte. Vontade de chorar dá sim, sempre dá. Toda QT eu choro, nem é novidade pra ninguém. Eu não ligo, melhor chorar. E não importa, por que quarta já estarei bem. Tem que haver a esperança! Né?

Então vocês que podem, façam o favor de aproveitar bastante esse Natal de 2012 por mim. Por que não é permitido ficar triste. Estarei aqui juntando as energias para o Reveillon, ok? Tenho que comemorar, pelo menos, que cheguei na metade, e agora só faltam quatro para o pesadelo acabar!

Quero deixar um recado para todos. A vida é tão linda, não perca tempo reclamando dela. Todos merecem hoje um Feliz Natal, e eu vou deixar um bem especial para todos meus amigos que como eu, estão lutando pra vencer o câncer, querendo ter muitos Natais ainda pela frente. 

Nunca será em vão. Beijos! Boas Festas!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Encerrando o Segundo Ciclo - Quimioterapia Adjuvante

Finalmente chegamos na metade do tratamento. Conversei ontem com Dra Roberta sobre o que tinha acontecido na última, ela ficou feliz por que não vomitei. Mas falei pra ela que em compensação fiquei igual a um zumbi. Mas ela disse que o dramin é assim mesmo... Falei do desconforto do estomago, ela não entendeu.. Disse que não é comum, falei o que tinha comido e tal, que na verdade tudo começou quando comi um negócio lá com muito pimentão... Ela disse que pimentão não é muito bom nesse sentido. Então vou continuar com o floratil e ficar mais atenta à comida, pra ver se melhora.

Na verdade, em cada sessão acontecem coisas diferentes. Ontem já saí do CPO super enjoada, nunca tinha acontecido isso... Quase que não jantei.. Mas comi assim mesmo... E o enjoo continua, eu nunca tinha enjoado tão rápido assim. Todo mundo tá me dizendo que com o tempo o corpo se acostuma as sessões e os efeitos não ficam tão fortes, mas comigo parece que acontece o contrário. 

O bom é que estou conseguindo manter o peso! Também, quando passa o efeito, eu saio comendo tudo que tem na minha frente, até coisas que eu nem costumava gostar, eu como! É saudável!? Eu como! A felicidade por poder comer, conseguir comer na verdade... Sentir o gosto das coisas é tão grande, que eu como tudo, o dia inteiro... Aí vou recuperando o peso perdido. Lá vai a tabelinha que temos que completar até o final:

1º Ciclo - D01 - 07/11/2012 - Leucócitos: 3210 - Peso: 51.7 Kg
1º Ciclo - D15 - 21/11/2012 - Leucócitos: 3670 - Peso: 50.7 Kg

2º Ciclo - D01 - 05/12/2012 - Leucócitos: 3190 - Peso: 50.3 kg 
2º Ciclo - D15 - 19/12/2012 - Leucócitos: 3460 - Peso: 50.3 kg

3º Ciclo - D01 - x
3º Ciclo - D15 - x

4º Ciclo - D01 - x
4º Ciclo - D15 - x

Minhas defesas aumentaram um pouquinho! E consegui manter o peso! Essas foram as melhores notícias! Mas já estou tendo problema com as fezes de novo. Já feriu tanto que está sangrando... Aí continuo naquela de muita pomada, óleo mineral e laxante, pra tentar diminuir a absorção de água pelo intestino.. Por que não consigo tomar muita água. Me policio pra tomar ao menos 3 garrafas de 500 ml, mas mesmo assim o intestino não funciona, e as fezes saem endurecidas. Ah, quase ia me esquecendo... Falei pra médica o quanto me sinto mal, e como parece que to morrendo durante as sessões... Ela me disse que o responsável por isso pode ser o magnésio, e pediu um exame pra ver quanto tá... O.o'

É isso, aí aproveitei pra postar, pois apesar do enjoo, ainda estou forte, e amanhã as coisas começam a ficar piores!

Até mais! ;)

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Quantos desabafos?

E lá se foi mais uma QT. E ontem eu estava tentando dormir, na minha cama no meio de tanto mal-estar. Não sei quem vai ler isso, nem sei em quem vai tocar, se é que tem que tocar alguém. Mas ontem tudo que eu pensava, era que se eu pudesse eu daria tudo pra ter a vida que você tem aí, sem quimioterapia. Daria tudo mesmo. Daria minha coleção de Hanson (alguns amigos sabem o quanto eu gosto de Hanson). Daria meus livros, todos eles. Meu salário... Por que nada disso servia pra mim nesse momento. Eu só queria me sentir bem. Ainda não estou me sentindo bem, mas amanhã eu sei que vou. Não é possível, afinal são sete dias.

Ainda faltam cinco (quimioterapias). E parece uma ETERNIDADE. E eu não sou forte coisíssima nenhuma, se engana quem pensa assim. Eu aguento por que tem que aguentar mesmo, senão eu vou fazer o que? Eu choro. Eu estou viva e quero viver, no meu caso é o preço que eu tenho que pagar nesse momento. Mas nada resolve. Vou dizer no que eu me agarro. Não é que vai terminar e eu vou ficar bem, vai demorar demais isso. Se eu pensar assim, vou ter um troço antes do fim. O que me serve é que eu começo na quarta, e na próxima quarta, eu vou estar melhor, bem, não. Melhor. É só isso, não é nada demais.

Eu queria mesmo era me levantar todos os dias às 6 horas da manhã pra ir trabalhar e poder reclamar disso. Mas eu não posso, então eu choro. Sei que inveja é um sentimento ruim, mas eu sinto muita, muita inveja agora de quem não tem que fazer quimioterapia.

Eu tinha pensado em outras coisas bonitas pra dizer, ontem à noite. Mas agora eu nem lembro mais. Lembrei que muitas vezes eu chorei por pessoas que me fizeram muito mal, eu achava que me sentia mal. Me sentia nada... Quão inocente eu era. Achava que aquilo era dor, amar quem não te ama. Puft. Conheci outra muito pior, e espero do fundo do coração que você não a conheça. Um conselho, aproveita que você está vivo e vai viver, já que eu só vou sentir isso amanhã...

Até amanhã!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Iniciando o segundo ciclo de Quimioterapia Adjuvante

Hoje começo o segundo ciclo de quimioterapia adjuvante do tratamento. É a terceira sessão de oito que preciso. Na semana passada os efeitos foram piores do que a primeira sessão. Eu havia vomitado uma vez, e contei pra Dra Roberta (oncologista), ela passou o nausedron pra eu tomar, mas não adiantou muita coisa. No encerramento do primeiro ciclo, vomitei na sexta à noite, depois de tentar jantar. Vomitei depois de tentar almoçar no sábado, vomitei de novo à noite. E no domingo, o remédio não desceu por que me deu ânsia de vômito o tempo inteiro, acho que só não vomitei por que não tinha mais o que por pra fora.

Me preocupou muito isso, por que comi menos do que a vez anterior. Mas estou me preparando pra ver o que consigo melhorar... Vou ingerir coisas mais líquidas, pra ver se desce mais fácil e também pra aliviar as dores que a prisão de ventre me causa. As fezes saíram muito endurecidas, foi como no tempo da rádio, dores horríveis ao ponto de me deixar muito angustiada, chorei muito nesses dias... Mas passou. Agora estou munida de Muvinlax (laxante em pó que retém um pouco o líquido no intestino), Plantaben (composto vegetal de fibras), Óleo Mineral (também retém líquido no intestino) e água, muita água. Vou me policiar pra beber ao menos 1,5L, por que com o enjoo e o gosto amargo na boca, até a água fica ruim.

Eu acho que como o remédio atua no intestino sai "bagunçando" tudo. Por que eu estava indo super bem, evacuando normal e sem remédio nenhum... Mas, melhor prevenir agora, do que piorar a situação. Além disso, eu resolvi divulgar aqui minha tabelinha, pra vocês irem "riscando" ela juntos comigo... Não vou por as datas das próximas, por que é algo que pode sempre mudar, também vou colocar os valores daquilo que minha médica sempre pede e anota a cada sessão:

Iniciei o tratamento com 52.7 Kg e 6100 Leucócitos (o mínimo é 4000), daí vou colocar o valor do exame de sangue que sempre faço um dia antes da sessão, e o peso do dia que começo a sessão.

1º Ciclo - D01 - 07/11/2012 - Leucócitos: 3210 - Peso: 51.7 Kg
1º Ciclo - D15 - 21/11/2012 - Leucócitos: 3670 - Peso: 50.7 Kg


2º Ciclo - D01 - 05/12/2012 - Leucócitos: 3190 - Peso: 50.3 kg 
2º Ciclo - D15 - x


3º Ciclo - D01 - x
3º Ciclo - D15 - x


4º Ciclo - D01 - x
4º Ciclo - D15 - x

Pelo menos no fim do ano, chego na metade do tratamento. Também comprei Dramin hoje pra ver se controla mais o enjoo e o bom é que dá sono, aí vou dormir bastante e quem sabe "esqueço" mais todo o mal estar desses dias. 

Na próxima eu digo se tudo que programei em fazer nessa sessão funcionou. Aí eu só apareço aqui antes da próxima, ok? Por que durante esses dias num dá pra fazer nada não. E hoje no primeiro eu chego muito cansada por conta do anti-alérgico... Mas é isso, já já fico bem de novo e volto pra contar! Até mais, conto com vocês!

;D


quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Encerrando o Primeiro Ciclo - Quimioterapia Adjuvante

-Dra Roberta, tenho 3 perguntas pra fazer...
-Pois faça...
-Posso pintar a unha? =p
-Pode sim, sem problemas só não pode pintar as unhas em caso de câncer de mama.
-Posso fazer alguma química no cabelo, tipo escova inteligente, progressiva, pintar...?
-Erh... Veja... Não que seja um problema, mas é melhor não e deixar para o fim do tratamento, pois mesmo que seu cabelo não caia por completo, ele vai cair um pouco e ficará enfraquecido pelos medicamentos, e isso só iria piorar um pouco mais.
-Certo. Posso viajar de avião? Por que minha cunhada (ela é médica) leu em algum lugar que muito tempo sentado em viagens longas pode causar embolia ou trombose em pacientes de recente tratamento oncológico...
-Pode... Pra onde você pretende ir... Quantas horas de vôo?
-São Paulo, por exemplo, 3 horas.
-Veja, você precisa usar uma meia kendal de média compressão durante toda a viagem e levantar de tempos em tempos.
-Ok! Pode ser que eu viaje, depois do fim do tratamento. 

É isso aí minha gente... Minha sessão de perguntas ontem pra minha oncologista, tá aí e serve de informação pra quem procura e está nesse tipo de tratamento. Progressiva, só ano que vem mesmo... =(

Comecei ontem a medicação e não estou com sintomas ainda, por isso resolvi postar aqui logo, por que amanhã começa a agonia... Na sessão passada, fiquei muito mal, tive muitos enjoos, mais do que da vez anterior e vomitei duas vezes no domingo. Falei pra Dra. Roberta, ela me passou um remédio de enjoo mais forte, o Nausedron. Pra ver se melhora e eu me alimento um pouco melhor, por que perdi mais 1 kilo. Estou pesando 50 kg agora. E não pode né, se continuar assim no fim das 8 sessões estarei pesando 44kg.

Foto do infusor com medicação de 5-Fluorouracil que fica por 46h


Fui para Dra Cláudia, a proctologista, que também me passou uns remédios para tratar a região anal, pois voltou a diarreia e aí eu fico com feridas de novo e sinto muita dor, aí tem uma pomada específica da medical, a hipoglós e um supositório natural, o melão de são caetano, aí vou mantendo isso pra melhorar. Também fui para Dr. Ernesto, o médico da rádio, ele ficou muito feliz com a redução do tumor, de 8cm para 2cm, que foi uma resposta muito boa ao tratamento. Também ficou feliz com a cirurgia, e quer me ver agora só com 6 meses. Viva! E Dr.a Claudia, eu volto quando terminar o tratamento, ou caso haja piora durante a quimio, por que não pode deixar as feridas e assaduras virarem fissuras ou abcessos, o que corre risco por que a quimio baixa as defesas.

Por hoje é só! Vitamina C, suplemento, frutas e verduras todos os dias!!!
Beijos, beijos!

Até quarta que vem, pois é quando volto a me sentir melhor... =*


quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Primeiro dia do primeiro Ciclo da Quimioterapia Adjuvante

Serei breve. Cheguei lá as 14h, a médica atrasou um pouco... Comecei a quimio ia dar 4 da tarde... Terminou ia dar 7 da noite... Foi tanto remédio que me deu impaciência... Hoje foi bem diferente, a começar pela demora... O primeiro foi um anti-alérgico pra cortar a reação do remédio novo... Foi instantâneo... Um sono da peste! Minhas pálpebras pesavam, parecia que eu tava entrando em uma cirurgia...

Sei que no meio do tempo... Foi me dando vontade de ir ao banheiro, fizemos as contas e foi um pouco mais de 1 litro de medicação.. Pior que eu fui tentando segurar pra esperar terminar e ir ao banheiro... Quem disse que eu aguentei? Segurei tanto, que minha bexiga começou a doer... E eu desisti, chamei a enfermeira, ela desconectou lá e eu fui... QUE ALÍVIO!!

Mesmo assim, deixo aqui o meu sorriso! Sei que vou vencer! =)

No final das contas... Não to enjoando ainda, foram 2 medicamentos pra enjoo, e caso eu sinta amanhã é Plasil de 3 em 3 horas. Na quimio anterior eu voltava bem pra casa... Hoje eu tô um caco. Mal consigo "arrastar" meu corpo pra algum canto. Vontade de apagar, parece que to morrendo... Mas, calma, sei que é exatamente o contrário... Mas é essa sensação, forças indo embora... 

Desculpem, mas não vou fazer correção do texto hoje... Vou apagar aqui...
Até! =)


quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Quimioterapia Adjuvante

Olá pessoas, como sabem, já me operei e estou muito bem. O intestino é que ainda não funciona muito bem, está meio desregulado, mas o médico disse que isso é normal, pois agora ele diminuiu, foi mexido e tal, e isso influencia um pouco no funcionamento do órgão. 

Hoje já tenho notícias da nova fase do tratamento. De posse de todos os novos exames, minha oncologista me disse que agora faremos uma Quimioterapia Adjuvante. É o tipo de quimioterapia feita após um tratamento principal, que no meu caso foi para redução do tumor e cirurgia, e agora o objetivo é diminuir a incidência de disseminação da doença pelo corpo. Resumindo, é um tratamento a nível microscópico para eliminação de tudo  que não se pode ver, e está (ou não) pela corrente sanguínea e/ou vasos linfáticos. Serão quatro ciclos, dessa vez de quinze em quinze dias.

Como eu sou enxerida, de posse da guia de liberação dos remédios, eu já procurei aqui para saber se tem algo de novo. Temos um remédio novo, a Oxaliplatina, continuamos com Fluorouracil (é o medicamento usado propriamente para câncer de origem intestinal), e o Leucovorim. Existem também as medicações associadas: Nausedron, Decadron, e um que eu não entendi: Gluc Calcio + Subst. Reag. Andei pesquisando na net, e não vou me arriscar sobre o que seja isso! Mas deve ser pra cortar ou reagir com algum efeito de algum desses remédios novos, por que não tinha esse remédio antes. Também não comentarei dos efeitos, é o de sempre, e está aí a bula pra quem quiser se inteirar... Eu nem leio mais, por que se você ler a bula de certos remédios você se assusta. Mas o básico é aquilo: enjôos, falta de apetite, gosto ruim na boca, fraqueza, anemia, banzo total.....

Pra terminar, a minha oncologista ficou tão feliz, mas tão feliz quando contei pra ela que não fez colostomia (bolsa coletora para fezes). Ela disse que tenho uma ótima energia que tudo deu e continuará dando muito certo, e que eu vou ter no final de tudo isso o montão de filhos que meu pai ficou falando lá da última vez que fomos, ela não esquece! Mas, poxa... Dois bebês tá bom pra mim, na verdade ficarei muito feliz se puder ter apenas um. Conversei com ela por alto sobre isso, mas não entrei em detalhes, desde o início do tratamento persiste a amenorreia (ausência de menstruação). Ela disse que pode ser do tratamento, pode ser da radio, e esse tratamento de agora também vai bagunçar as coisas... Então nem adianta pensar nisso agora.



A foto que tirei hoje é pra mostrar o cateter implantado em mim, é por ele que recebo a quimioterapia. Esse cateter só será retirado no final de tudo, quando tiver certeza que está tudo ok, acho que depois da primeira revisão.

E assim termino meu post de hoje. Dica do dia: Dieta rica em frutas, vegetais e fibras diminui o risco de câncer colorretal. Matéria indicada por minha cunhada Tatiana. Agora eu como uma fruta por dia, e alterno entre alface, acelga e brócolis no almoço todos os dias. Refrigerantes, frituras e brebotes em geral só fim de semana e dia de festa! Vida saudável daqui em diante, por que quero viver muito!! E você?


 Beeeeijo!!

sábado, 13 de outubro de 2012

"Felicidade... É só questão de ser..."

E em meio a tantas coisas ruins sempre acontece algo de bom, não é? E comigo não foi diferente. Hoje tenho um post especial sobre o dia 12 de outubro de 2012. Mas primeiro preciso começar a contar as coisas desde o começo. 

Pouco depois que recebi a notícia de que estava com um câncer intestinal, uma amiga minha chamada Manu postou no meu facebook o link de um vídeo. Era uma música chamada Felicidade, de um cantor chamado Marcelo Jeneci. Manu postou o vídeo e me disse o seguinte: "não sei se tu conhece, mas toma pra tu: "Tem vez que as coisas pesam mais do que a gente acha que pode aguentar. Nessa hora fique firme, pois tudo isso logo vai passar." Dá para imaginar que para o momento que eu estava passando aquilo foi perfeito? Me tocou muito, chorei bastante e a música se tornou o meu lema.

Logo depois disso fui chamada na radioterapia para fazer as primeiras marcações e moldar o "berço" onde eu receberia as doses diárias de radiação. A primeira pessoa que falou comigo foi o físico, e tal foi a minha surpresa ao ver que ele se chamava Geneci. Foi inevitável não ligar. Geneci foi super tranquilo, legal, atencioso comigo, me deixando muito à vontade em toda aquela situação horrível, desde aquele primeiro dia até o exame de tomografia que fiz com ele, para marcar o lugar exato e o desenho do tumor e assim programar o acelerador linear para que a radiação atingisse o mínimo possível os outros órgãos saudáveis. Era algo muito importante pra mim, por que qualquer diferença mínima atingiria órgãos muito próximos como os ovários, que eram/são a minha preocupação... Foi aí que eu pensei: "Vai dar tudo certo! É um sinal!". O físico tinha o mesmo nome que o cantor daquela linda música! Geneci e Jeneci! =D


Eu e Manu só esperando começar o show de Jeneci

Corri e logo contei a Manu, e para todos que estavam ao meu redor... E óbvio, espalhei a música de Jeneci, e claro, todos a amaram! Foi aí que tudo começou, Manu conseguiu falar com Jeneci por mensagem e ele respondeu, me desejando tudo de bom e que tudo iria dar certo! Ficamos impressionadas com a simpatia dele! E aí mandei mensagem também, contando que eu era a amiga de Manu, e com a mesma simpatia e atenção ele me respondeu me desejando força, alegria e paciência e que eu fosse firme. Eu decidi e disse: "Manu, quando Jeneci vier a Recife, quero vê-lo!". A ideia era apenas prestigiá-lo em um show, e curtir sua voz e linda música. Mas percebemos que ele era muito acessível e Manu falou que podíamos tentar falar com ele, quem sabe conseguiríamos. 

Veio a primeira tentativa. Ele veio fazer um show, mas eu não pude ir, estava no meio da radioterapia e já começavam as dificuldades, a dor, o incomodo da pele que já começava a ficar muito ferida e já não conseguia andar direito por que era muito dolorido, e por isso eu temia não conseguir ficar lá no show de forma tranquila. Desistimos, mas não para sempre, mesmo que demorasse iríamos vê-lo. E aí agora, 20 dias após a cirurgia, Manu me manda o folder do festival do dia da criança no Parque Dona Lindu, onde Marcelo Jeneci se apresentaria no dia 12. Não tive dúvida! Nós iríamos, nem que fosse apenas para tentar falar com ele, por que pro show eu não conseguiria, afinal eu tinha acabado de tirar os pontos, e ainda não conseguia fazer muitos esforços, pois internamente ainda sentia dor.

Quando fiquei sabendo do show, avisei logo pra minha cunhada Alline, que também adora as músicas de Jeneci, e coloca pelo menos duas músicas dele na rádio onde ela tem um programa todo sábado, uma ela oferece pra mim, né? Alline topou! E foi quando Manu começou a tentar falar com Jeneci pra ver se poderíamos vê-lo. Jeneci disse que poderíamos procurá-lo e melhor, poderíamos ver o show de perto do palco, já que eu não podia ficar no meio da multidão. 


Alline e Marlon, casalzinho querido

Chegamos lá, esperamos um pouquinho e Manu entrou pra falar com ele para autorizar que nós subíssemos, Manu, Alline, Marlon (o namorado de Alline) e eu. Enquanto esperávamos estava apreensiva e logo ouvi a voz de Manu e de Jeneci se aproximando... "Meu Deus! É ele!" Ele desceu até lá e nos recebeu!! Gente, ele veio e me deu um abraço e perguntou como eu estava, fiquei um pouco nervosa, mas contei pra ele um resumão das coisas e contei do programa de Alline, ele ficou super feliz. Nos chamou pra ir até lá em cima, fomos pro camarim, ele nos ofereceu água, lanche... E pegou cadeira pra gente sentar. Pedi uma foto com ele, não deixaria passar esse momento sem uma lembrança. 

Esperamos um pouco lá conversando, logo depois começou o show e nós subimos, passei séculos pra subir a escada, né? Por que já estava sentindo dores, por conta do esforço, mas sentei lá, e perto do momento em que ele iria cantar, conseguimos sentar numa cadeirinha na frente da mesa de som, Manu e eu. Dava pra ver o palco, antes de entrar, Marcelo veio, perguntou de novo se eu estava bem, se estava tudo tranquilo, respondi que sim, apesar das dores mas dava para aguentar! E aí ele foi cantar... Foi lindo, cantou três músicas e Felicidade, é claro! O público pedia!! E Marcelo, cantou pra mim! Na hora do trecho, ele lembrou, virou para onde nós estávamos apontou pra mim e cantou: "Nessa hora fique firme, pois tudo isso logo vai passar..." Eu chorei... Chorei mesmo... Abracei Manu... Agradeci a ela pois nunca esqueceria... Quando ele terminou foi até lá, eu levantei dei o maior abraço que eu pude e falei pra ele que nunca esqueceria daquele momento... 


Alline, Marcelo Jeneci e eu

Jeneci é antes de tudo uma pessoa humilde, tranquila, atenciosa e muito carinhosa. Um ótimo cantor, compositor e instrumentista. Merece todo meu carinho e admiração como artista e pessoa. Estará para sempre na minha vida, como minha família e meus amigos e toda equipe médica que esteve e está ao meu lado de uma forma ou de outra desde o começo dessa caminhada. Sem muito esforço, é assim que alguém se torna muito especial. Agradecemos muito a ele, e fomos embora... Na saída, o corte maior da minha cirurgia doía tanto, que eu já nem aguentava mais andar direito com a perna esquerda, mas quer saber? Valeu demais!! Espero ver Jeneci novamente, um show dele inteirinho e prestigiar todo seu talento! E eu sei que vou, com toda saúde do mundo! Ao lado dos meus amigos que estão sempre comigo prontos pra me dar todo carinho que eu poderia esperar!

Achamos um vídeo gravado do show, clica aqui e aproveita pra ver um pouquinho do que vivemos neste dia, o vídeo tá meio 'louco', mas foi o que conseguimos achar. E aí, você pode aproveitar e clicar aqui pra sacar todas as músicas de Jeneci, aposto que você vai adorar. 

Links importantes:
Programa de Alline, todo sábado às 10:30h - http://www.domboscoradio.blogspot.com.br
Site oficial Marcelo Jeneci com muitos vídeos e informação - http://www.marcelojeneci.com.br

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Exame Histopatológico

Já estou de posse do resultado do exame feito com o pedaço do intestino (reto e sigmóide) que foi retirado na cirurgia. Como tirei uma foto para mostrar a minha cunhada, que é médica e me deu algumas explicações, vou mostrar aqui abaixo para vocês:



Resultado do exame histopatológico pós cirurgia

Não gosto muito de postar sem antes falar com os médicos especialistas, mas como sei que todos iriam me perguntar, melhor postar logo. Como vocês podem ver, foi retirado 12 centímetros do intestino e pelo que pesquisei pela internet, o intestino grosso tem cerca de 1 metro e meio de comprimento, então não foi lá grande coisa, não é? E o tumor não sumiu, e sim reduziu de cerca de 7,8 cm para 2,0 cm.

Com este exame temos agora o estadiamento do câncer após o tratamento de radio e quimioterapia, já que na ressonância não colocaram. Também não muda muita coisa, pois caiu de T3N2M0 para T3N1Mx. Neste exame vem como pT3 pN1 pMx, vem com um "p" na frente por que o método pTNM é de classificação patológica, mas correspondem ao TNM. Não me perguntem mais que isso, por que só sei o que procurei online. Sobre isso eu posso deixar um link bem completo que fala exatamente do meu tipo de câncer, existe uma classificação TNM para cada tipo e isso varia um pouco. Clicando aqui, abrirá uma janela com um site onde tem a tabela TNM para tumores de cólon e reto (CID-O - C18-C20).

Tentando desvendar o exame, essa "Ausência de invasão angiolinfática" é boa, segundo minha cunhada, pois indica que não há presença de invasão do tumor nos vasos sanguíneos e linfáticos que é o que se liga aos linfonodos. Sobre "Margens cirúrgicas proximal e distal livres" também indica que a margem de segurança que o médico retirou do órgão está livre de células tumorais. Lembram que o pedaço retirado foi de 12 cm? E o tumor tinha 7,8 cm? Ele retira a mais como forma de garantir o máximo possível, que não fique por lá algo que não seja visível ao olho humano. Outra coisa que procurei na internet foi sobre "Moderada reação desmoplásica do estroma" e "Moderado infiltrado linfocítico no estroma da neoplasia". Estroma é um tecido de sustentação de um órgão qualquer que o envolve por completo. Essa reação desmoplásica e esse infiltrado pelo que pesquisei, me parecem ser um tipo de fibrose, uma reação que o organismo teve ao tumor como se estivesse querendo contê-lo.

É bom lembrar que tudo isso é fruto da minha curiosidade, e fico pesquisando na internet por que quero saber exatamente tudo que vem em meus exames, e obviamente vou perguntar ainda item por item a Dra Roberta, minha oncologista. Se você chegou aqui pesquisando e tentando compreender algo em um exame seu, lembre-se disso, e não se desespere, corra logo para o seu médico o quanto antes para ter certeza de tudo, não se envergonhe e não tenha medo, pergunte tudo!

Cheguei ao final da postagem de hoje. Não estava tão preocupada com este exame como fiquei com a primeira biópsia ou a segunda ressonância, mas fiquei apreensiva, claro. Mas acho que isso é muito normal, e que todo paciente oncológico se sente meio que como uma bomba relógio. Você está aí vivendo sua vida, mas sabendo que pode "estourar" a qualquer momento. É como eu me sinto e acho que vou me sentir a cada exame de revisão, por que sabemos que sempre tem esse risco de voltar. Mas não estou sendo pessimista, não no meu caso, acho que tem tudo pra continuar dando certo. 
=)

Sim, e sobre a presença desse linfonodo com metástase no exame... Quero nem me estressar com ele, já chorei muito por muita coisa desde que isso começou. Vou agora esperar o que Dra. Roberta tem para me dizer! Não deve ser nada demais, afinal tudo isso aí que foi analisado já está fora de mim, e com a próxima QT o que ficou será eliminado. Continuem torcendo!!! 

Até logo!

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Pós-operatório - Câncer Intestinal

Desculpem demorar nas notícias, mas cheguei pra atualizar, já me cobraram! Hoje fui ao médico da cirurgia pra retirar os pontos. Como eu tinha tirado uma foto, vou mostrar pra vocês verem como são pequenos os cortes acima do umbigo, o maior deles tem apenas 3 pontos.


Pontos da cirurgia por video

Não dá pra mostrar o corte maior por que ficaria meio indecente... Né? Afinal é um corte tipo cesariana, só que menor, com nove pontos, e por ele foi retirado o pedaço do intestino grosso (reto e sigmóide). Abaixo a foto que tirei depois de retirar os pontos:

Retirada dos pontos e cicatrização

O corte do umbigo, o de baixo e o maior de nove pontos estão com microporo por que ainda estão doloridos. O do umbigo ficou assim por que já estava formando aquela "casquinha" de ferida por cima dos pontos, aí na hora de tirar dá pra imaginar né? E os dois cortes de baixo estou mantendo assim, por que é onde a roupa bate aí não tem condições ainda. O ponto de cima ficou "meio aberto" por isso coloquei apenas o microporo sem a gaze pra tentar unir e não ficar uma cicatriz feia, o médico deu uma dica. Ele também recomendou continuar limpando duas vezes por dia com álcool 70%, pelo menos até o fim dessa semana, que é quando faz quinze dias da cirurgia.

Fora isso, estou com uma leve dor ao urinar na região do ventre mesmo, o médico disse que faremos um exame de urina só pra comprovar por que pode ser alguma infecçãozinha pelo tempo que fiquei com sonda, ou pode ser apenas um "descolamento da bexiga" que com o tempo vai passar. A região ainda está dolorida, e meio adormecida, mas está bem melhor, já estou andando quase normalmente, levanto e durmo de lado com muito cuidado.

Perguntei se posso fazer pequenas atividades em casa, como lavar os pratos, essas coisas, por que aqui em casa a situação está difícil, né? E ele disse que sim, só que quando eu sentisse qualquer incomodo maior eu parasse e assim fosse dosando. Mesma coisa em relação à evacuação, agora as fezes estão começando a ficar endurecidas, então ele recomendou muita fibra, legumes, vegetais e muita água, mais de dois litros por dia, e um remédio natural composto de fibras. Uma vez à noite e outra pela manhã dependendo de como estiver funcionando o intestino.

E assim, foi o dia. Quarta sai o resultado da biópsia da peça retirada, se meu pai puder ir buscar, já coloco aqui o resultado. Com posse dele, preciso voltar para a oncologista da QT e o da RT. Dias mais tranquilos virão... 

Beijos para todos!




segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Retossigmoidectomia Videolaparoscópica

Fiz um texto enorme, mas tentei reduzir pra não ficar massante. Ê! Estou em casa, minha gente! Cheguei no hospital na quinta-feira, dia 20 com meus pais lá pelas 8 horas da manhã e fiquei lá só esperando o médico chegar, a cirurgia estava marcada apenas para às 13:30. Por volta de meio dia, Dr. Figueiroa chegou com o anestesista, foi lá no quarto e falou comigo, perguntou se estava tudo bem e levou os exames pra o outro médico olhar também. O anestesista fez aquelas perguntas básicas, se tem diabetes, pressão alta, etc.

Depois eu não vi mais a hora que desci pra cirurgia, minutos antes de chegar o pessoal pra me levar pra sala de cirurgia, chegaram Allan, meu namorado, e Dona Katia, minha sogra. Foi bom que consegui falar com eles antes de entrar, levei beijinho de todo mundo, foi muito bom e Allanzinhu me acompanhou até a sala de preparação pra anestesia. Logo que cheguei lá falei rapidamente com os médicos e uns minutinhos depois chegou Dra. Clauda, ela é ótima, chegou bem empolgada perguntando: "Já rezou hoje?". Aí eu disse que sim né, aí ela disse que ía ficar lá e acompanhar a cirurgia. Daí o anestesista colocou o remédio na minha veia e pronto, o sono chegou e eu apaguei. Foi anestesia geral.

Quando eu acordei, não tinha noção de hora nenhuma, acordei meio nervosa, confesso, ainda meio grogue e sem enxergar direito, na verdade mal conseguia abrir o olho, mas me deu um desespero por que tinha algo prendendo a minha perna, e eu queria saber se havia sido feito a colostomia (a colocação da bolsa para fezes) ou não. Nesse meio tempo comecei a me sentir mal e vomitei, deitada mesmo na cama, virei pro lado e vomitei... Aí veio alguém que disse: "Ela não está passando bem não". Aí uma moça veio colocou um pano do lado e pediu pra eu virar a cabeça, aí vomitei mais... Foi quando parei e pensei, não vou poder me levantar daqui mesmo, aí comecei a tentar respirar direito pra me acalmar. Depois disso lembro de Dr. Figueiroa chegando e falando comigo, dizendo que estava tudo bem, que eu tinha vomitado um pouquinho, mas era normal, e que a cirurgia tinha sido muito boa, que eu esperasse, que depois subiria pro quarto, no final ele disse que eu nem lembraria de nada. Mas lembrei disso, se ele falou algo mais eu não lembro. 

Depois "acordei" de novo já com alguém dizendo que estava me levando pro quarto, aí empurraram a cama, e começaram a trocar o lençol, por que afinal eu tinha vomitado nele, me viraram, e pronto, consegui ver um relógio na parede não sei se eram 8h ou 9h da noite. Depois disso fechei o olho de novo, e só abri quando ouvi a voz de Allan, percebi que ele tava no telefone falando pra alguém que eu tinha acabado de chegar, fiquei procurando o resto das pessoas e não vi ninguém, também ainda estava sem força pra nada, pedi pra fazer xixi, foi quando me disseram que eu estava com uma sonda, depois pedi água, aí vi quando disseram a Allan pra ele molhar a gaze num copo com água e molhar minha boca. 

Só depois quando falei com minha mãe e minha sogra descobri algumas coisas, como a duração da cirurgia, que foi de 3 horas e meia. Me disseram que o médico chegou lá pelas 7h ou 8h da noite dizendo pra eles que tinha sido uma ótima cirurgia, que eu estava bem, mas que precisava ficar na sala de recuperação pra eles monitorarem como eu reagia. Nisso ele foi logo dizendo que deu tudo certo e que eu tinha um grande aliado nisso tudo: a idade. 

Na sexta pela manhã, foi quando acordei mais consciente, logo cedo Dr Figueiroa foi me ver, perguntou como eu estava, se sentia dor, aí me disse que não viria no sábado pois tinha que ir pra Gravatá na sexta de manhã, mas que Dra Claudia passaria pra me ver, pediu para as meninas tirarem a sonda e a bota pneumática. O tal do negócio apertando minhas pernas eram botas pneumáticas, eram como se fosse aquele negócio que colocam pra tirar pressão, só que dois na canela e um acima do joelho, enchiam de ar e soltavam. O médico disse que como fiquei muito tempo com a perna pra cima OI? eles colocaram para evitar tromboses, má ciruculação etc. Logo que vieram e tiraram a sonda e as botas, já foi um alívio, e a primeira coisa que fiz foi pedir pra Allan ver se tinha alguma bolsa, por que eu passava a mão e não sentia, e estava tão aérea ainda que não tinha perguntado ao médico. Ele olhou e não tinha nada lá!

Depois disso chegaram meus pais, aí todo mundo teve que sair por que a auxiliar de enfermagem veio dar banho em mim, tomei banho numa cadeirinha, por que não tinha firmeza ainda pra andar. À noite, o Dr. Figueiroa ligou pra falar comigo, foi aí que perguntei a ele sobre a bolsa, e ele me disse que não fez a colostomia, por que a anastomose foi tão boa que ele não achou necessário. Ou seja, a ligação das partes que ele costurou lá ficou muito boa, como ele disse minha idade favoreceu muito, mesmo assim ele ficou muito atento a qualquer sinal de infecção, e se as coisas estavam funcionando direito. No outro dia Dra. Claudia veio, super feliz, perguntou como eu estava, não tive febre, dores só dos pontos mesmo, tudo tranquilo, estava urinando e evacuando. A evacuação ainda era muito pastosa e com resquícios de sangue, segundo os médicos é normal.

E foi aí que no domingo tive alta, já estava caminhando pelos corredores, as meninas da enfermagem diziam que era bom caminhar, mesmo devagarzinho, no domingo até banho sozinha eu tomei, quando o médico veio, olhou os pontos e como estavam bem sequinhos ele me mandou pra casa! As recomendações agora é só não pegar peso, nem abaixar, mas não ficar deitada, sempre caminhar, de leve... Estou com um pigarro triste, que me faz tossir as vezes, dizem que é da anestesia geral. E é o que incomoda agora, dói um pouco pra levantar, pra sentar, pra deitar... Mas também né, foram 6 cortes, o maior com 9 pontos, os outros com 4, 3 e 2 pontos. Minha barriga está muito inchada, principalmente quando levanto pra andar, parece que tive um bebê, o maior ponto ficou tipo corte de cesariana, e aí fica bem escondido. Segue a foto:

Curativos da cirurgia por vídeo

O corte maior, foi por onde passou o pedaço do intestino (reto e sigmóide) que o médico retirou, e cá entre nós, que pedação. Eu esperava algo menor, ele retirou também um tal de anel distal, não faço ideia do que seja, quando vê-lo novamente perguntarei. Esse material já foi pro laboratório pra análise patológica. 

Próximo passo? Retirar os pontos próxima segunda-feira. Pegar o resultado dessa biópsia e voltar pra Dra Roberta, a oncologista. E ver se vem mais quimioterapia por aí. E que venha QT, quero tanto ficar logo boa. Vou dizer uma coisa, você aí não faz ideia de como é ter boa saúde, nunca na minha vida pude perceber tão claramente como o simples fato de existir, de caminhar, de se sentir bem é tão bom. Ninguém te dá isso, está aí dentro de você. Quero que essa semana passe logo, por que parece que quando eu levanto minha barriga vai se abrir e vai cair tudo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Quero agradecer e dizer que agora estamos na reta final, OBRIGADA do fundo do meu coração pra quem ligou, pra quem foi me visitar, pra quem rezou/orou/mandou energia positiva, pra quem estava lá comigo, os anjos que cuidaram de mim nesses dias no hospital, são três: Allan, Edilaine e Manu, me dando água, me ajudando a levantar, ir no banheiro, a caminhar, por que como sabem meus pais não podiam, pois minha mãe tem a saúde bem frágil. A prima Rô, a Tia Noemia, o pessoal do trabalho. Sem palavras para descrever, o carinho da minha família, da minha sogra muito querida que também foi me ver em todos os dias e me lembra como sou amada, enfim todo aquele que participou e participa me dando toda força do mundo sabe que eu vou levá-lo sempre no meu coração.

Uma frase pra hoje: 

Sorria por que você tem a maior riqueza que alguém pode ter: VIDA. Você tem saúde, então seja feliz por que o resto você consegue, e se não tem, lute e faça tudo aquilo que for possível, o que não estiver ao seu alcance cabe a outras forças maiores e poderosas que nunca te deixam só. EU NÃO ESTOU OSTOMIZADA!!!!!!! IUPIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII =D

Para conscientizar: http://ostomizados.com/
Portal dos ostomizados - Bolsas Coletoras: Seu direito à vida!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Cirurgia Amanhã!

Olá!

Como sabem amanhã é a cirurgia. Essa semana foi para os últimos preparativos, exames e conversas e conversas com os médicos. Fiz os exames de sangue, achei que estavam meio baixos os leucócitos e as células vermelhas, estavam abaixo do limite, mas o médico olhou e falou que estava tranquilo. Parecer cardiológico ok também. 

Como já havia falado com Dra Claudia, foi a vez da consulta com Dr. Figueiroa. Ele me explicou tudo bem direitinho mais uma vez. Falou que a cirurgia por vídeo são 4 pontos, e um corte do tipo cesariana só que menor, que é por onde se retira a parte do órgão que ele vai cortar. Deixou novamente claro que é possível ele começar por vídeo, ver que não vai dar certo e resolver abrir. O nome da cirurgia é Retossigmoidectomia Videolaparoscópica, massa foi eu ter que dizer esse nome pra menina no Hemope e eu não sabia! MICO, depois disso procurei o nome no papel e gravei! 

Já procurei a cirurgia no youtube e já vi algumas coisas, sem entender muito bem, mas valeu. Não coloco o link aqui por que nem todo mundo é como eu, de não se importar em ver esse tipo de coisa. Mas é como eu falei pra minha cunhada, eu gosto de saber nem que seja "mais ou menos" o que vão fazer comigo! =p

Além disso o nome do outro procedimento é a Ileostomia, a abertura de um "buraquinho" no abdome e uma parte do intestino fica pra fora para a colocação da colostomia (bolsa para as fezes), que também segundo ele não é algo certo. Tudo na verdade só se resolverá no momento, se vai ser aberta ou não, se vai ter a bolsa ou não e se vai durar 3 horas ou 1 hora... Ele falou: "Medicina não é como matemática, cada caso é diferente e tem suas particularidades".

Eu estou bem tranquila, até por que me aperriar com alguma coisa é um negócio difícil. E mais, eu nunca me aperriei com cirurgia nenhuma... Incrivelmente eu sempre confio nos médicos, mas também todos que me operaram eu me senti segura com eles. Vai dar tudo certo! =)

Tem muita gente na torcida, e novamente agradeço a todos, aos que doaram sangue pra mim, e peço: DOEM SANGUE!!! É um gesto lindo, fico triste por que não posso ser doadora. Mas é isso aí. Aos amigos que tem meu número podem ligar, vou deixar o celular com meu namorado Allan quando entrar pra cirurgia. E torçam aí pra que eu me recupere logo e volte pra casa o quanto antes. Se forem me visitar, lembrem: Não levem comida nem flores! Norma do hospital! =)

Meu próximo post será sobre o que ocorreu pós cirurgia e vamos saber se estarei ostomizada ou não... Até a próxima!!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Cirurgia chegando...

Voltei amigos, para dar mais notícias. Essa semana inteira foi uma correria enorme: trabalho, prova, monografia, médicos, exames, resolver coisas da cirurgia, cozinhar, lavar pratos... Enfim, descobri que ainda preciso ficar mais forte! =p

Antes de mais nada preciso dar a notícia do resultado da nova Ressonância Magnética, que fiz pós tratamento de RT e QT. O resultado foi ótimo, pois houve grande redução do tumor. Apesar de Dra Claudia não ter gostado, não do resultado, mas da forma como foi feito o exame, pois não estadiaram, não disseram para que nível ele regrediu. Mas o que importa mesmo é que houve uma satisfatória regressão e aparentemente o útero e os ovários estão em tamanho normais e preservados. Deus existe, Dr Ernesto (onco da radioterapia) é fera, os técnicos foram show na aplicação da radiação, e todas as forças positivas, rezas e orações fizeram com que essa situação conspirasse para isso, então: OBRIGADA!!! E todos os pontos positivos como minha idade, por exemplo, também têm sua porcentagem neste resultado. 

Aqui está a imagem do texto da RM pré-tratamento:


Clicando eu acho que dá pra visualizar melhor e ver que nela foi colocado o estadiamento: T3N2M0. O M nem entrou aí, por que o M se refere à metástase, e como não havia metástase no meu caso, ele é zero. O N é relativo aos linfonodos, e o T o próprio tumor, por exemplo, quando ele atinge outros órgãos é T4. Abaixo o texto da RM pós tratamento:


Como vocês podem ver, não tem o estadiamento... Que era o que Dra Claudia mais queria, segundo ela é inexperiência do médico... Mas enfim, não foi encontrado nenhum linfonodo, são eles que levam células cancerígenas pela circulação sanguínea e pelo sistema linfático, por isso são perigosos, e não foi encontrado nenhum visível. Dra Claudia ficou feliz pois ela fez o toque e apesar de não dizer muito bem na ressonância, mas a diminuição foi considerável, tanto que ela não cogitou a cirurgia aberta, mas isso ainda vou confirmar com Dr Figueiroa.

Tive que voltar aos remédios, pois a fissura não melhorou e estou num "intensivão" pra melhorar isso até a cirurgia. Sobre a cirurgia, ela disse que existem as complicações, como por exemplo, pontos se romperem, forte sangramento, necessidade de operar novamente, mas que isso só acontece em certa de 5% dos casos. A documentação está toda pronta, e tudo foi liberado inclusive o equipamento para vídeo que é bem complicado de liberarem, sala de cirurgia também reservada e parecer cardiológico pronto! 

Ela falou que vou precisar de 4 bolsas de sangue, e neste mesmo dia dei entrada no Hemope. Haverá uma preparação para a cirurgia como a feita para colonoscopia, mas como Dr Figueiroa será o cirurgião, ela deixou pra que ele definisse, algumas coisas eu não perguntei por que achei melhor perguntar logo pra ele, já que ele quem vai operar. No mais, voltei para a Vitamina C, o Nutrem, e dois ovos por dia, para melhorar a imunidade.

Pois é pessoal, melhor notícia não poderia haver! A sensação de alívio foi maior, muito maior que a de "felicidade". Eu realmente me sinto mais tranquila e com mais certeza de alguma coisa, principalmente em relação à regressão do tumor e a situação dos ovários depois da radiação pélvica. Mais tarde, veremos e se não estiverem funcionando, aí procurarei os médicos e veremos que medicação pode ajudar, não é? Mas saber que eles estão ali, nossa... Me dá um alívio muito grande, de que existe uma possibilidade mais concreta de que eu vou poder ter aquela vida normal, que eu sempre sonhei.

Continuem torcendo, semana que vem farei a tipagem no Hemope, vou pegar o resultado dos exames de sangue e a consulta com Dr Figueiroa. Quero me recuperar logo, ficar boa e voltar pra vida normal... =)

Obrigada de novo, pelo carinho, apoio, palavras amigas. E nunca esqueçam: DOE MEDULA! DOE SANGUE!


sexta-feira, 7 de setembro de 2012

6 meses de Rinoplastia e notícias!

Estou um pouco atrasada, mas finalmente cheguei para postar um comparativo depois de 6 meses da cirurgia. É totalmente compreensível meu abandono com o blog né? Mas vou contar como estão as coisas. Antes vejam a foto da comparação:

6 meses de Rinoplastia

Foi engraçado que dia desses meu namorado fez um comentário que havia achado meu nariz mais aberto na ponta do que antes, e eu também notei isso. Após 6 meses o nariz já tomou outra forma, como o médico falou a tendência é ficar nisso aí, inclusive eu achei melhor por que antes parecia que tinha uma bolinha na ponta do meu nariz, e assim ficou mais natural. Não vou mentir dizendo que preferiria um nariz mais afiladinho, mas talvez ficasse estranho... Não pude ir para a revisão dos 6 meses com Dr. Leonardo... Mas, assim que voltar lá vou comentar isso e ouvir o que ele me diz, afinal ele é o profissional né? E fez o trabalho dele na intenção de deixar o meu rosto o mais harmônico possível.

Agora mudando o assunto... Como muitos já sabem sou paciente oncológica e estou em tratamento de um câncer intestinal. No post anterior comemorei o fim da rádio. Gente, sou outra pessoa!! Após o término do tratamento pré-operatório voltei logo pra minha médica. Como ainda sentia muitas dores, ela passou vários remédios e foi impossível fazer o exame de toque. Hoje, após 1 mês e meio aproximadamente do fim da rádio estou 99%. O intestino tem funcionado melhor do que antes de tudo isso, o que eu acho que é bom. E praticamente não sinto dor nenhuma, embora ainda continuo aplicando um remédio.

Tenho estado muito atenta a minha alimentação, sempre buscando comer uma fruta todos os dias, nada de refrigerantes em dias de semana, mas confesso que comi um monte de "brebote". Poxa, estava precisando depois de toda essa tortura, mas calma... Nada demais. Foi só pra ficar "feliz". E por falar em felicidade aproveitei pra viajar, com autorização médica, afinal eram minhas férias e fui pra São Paulo passar um tempinho lá com meu namorado, esquecer um pouco dessa vida aqui de paciente.

Antes de ir deixei tudo pronto para a cirurgia, que deverá acontecer agora neste mês. Gostei muito do médico que fará a operação, me explicou tudo muito bem, disse que é uma cirurgia pesada, mas que o fato de eu ser jovem conta muito para que tudo dê certo! Também é possível que não dê pra fazer por vídeo, pois a ressonância magnética apenas dá uma ideia da situação, e por isso é possível que ele veja que não vai dar e resolva fazer a cirurgia aberta. Estou tranquila, sinto que houve diminuição do tumor, pois certos sintomas eu não sinto mais, como a sensação de não conseguir evacuar tudo no mesmo instante.

Assim que cheguei em Recife fiz a ressonância, e ainda não tenho o resultado. O que tem me deixado um pouco apreensiva. Tanto pelo fato de que ela dirá tudo sobre a situação do tumor após o tratamento, e também por que nela eu já vou saber se algo aconteceu com meus ovários. Como vocês sabem... É a coisa que tem me deixado mais triste, depois de toda essa situação. Tenho 29 anos, e quero ser mãe, temo que a radioterapia pélvica tenha destruído meu sonho. É este sonho que tanto peço a todos que peçam também por mim.

Não vou me aprofundar mais, apesar de já ter escrito bastante, mas nas próximas semanas ainda farei outros exames, e verei os dois médicos proctologistas, Dra Claudia e Dr José Figueiroa Filho, os dois estarão presentes na cirurgia. E também não se preocupem comigo, falei que penso muito nisso da fertilidade e tal, mas não tenho deixado isso me abater, eu estou ótima, voltei ao trabalho, visitei o MASP que sempre era um sonho, revi muitos amigos, tô jogando muito Wii!!! =p

Ah, também fui na ginecologista né, que também passou remédios e exames. Não fiz os exames ainda, mas tomei os remédios pra melhorar a infecção que a radio tinha me deixado e agora está tudo bem, só a amenorreia que continua, e aí eu realmente não sei o quanto isso está relacionado com o tratamento da QT e RT ou algum dano hormonal em consequência da rádio. Esperar... Esperar... 

Esse último mês foi ótimo, vi pessoas da minha família que moram longe! E que amo muito! ;) 
E vi meu namorado que também está morando longe... Recebi muito carinho, muito, muito, muito, dos amigos, da família, e até do pessoal do trabalho e isso é muito bom. Tenho percebido o quanto uma doença como essa mexe com o coração das pessoas, e consequentemente faz mudar muito minha visão e a de todos ao meu redor.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Tratamento pré-operatório terminado!

Faz uma semana que terminei a radioterapia, e com isso concluí o tratamento pré-operatório do câncer de reto que fui diagnosticada em abril. Dá pra imaginar o tamanho da felicidade de ter terminado esta radioterapia? Não dá né? Portanto, eu fiz questão de registrar o sorriso que não cabia em mim naquela sexta-feira. Transbordava!!


Sorriso abestalhado pelo fim da radio! Felicidade é o que vale!


Quando cheguei lá na radioterapia, a menina da recepção me deu a caneta para assinar a última sessão e me disse: - "Se eu tivesse uma caneta de ouro, eu daria pra você, mas como não tenho, te dou essa que é azul da cor do céu". Falei pra ela que era como se fosse... Nunca vou esquecer isso. E no final das contas guardo muitas lembranças boas desse lugar. As ruins eu faço questão de jogar fora, como os micropores colados com as marcações da radiação. A menina da recepção sempre tinha que dar as notícias ruins de quando a máquina estava quebrada ou funcionando lentamente, era o risco de não fazer naquele dia e atrasar uma coisa que a pessoa já não suporta mais. Nunca vou esquecer também do grupo que me atendia, os técnicos. Sempre com um sorriso, uma conversa motivante quando você chega e diz que está cheia de dor e que sua pele está queimando e você não consegue nem andar. "Dá uma olhada aí, vê se dá pra terminar." Faltavam 3 sessões quando minha pele começou a ficar ferida. Conseguir chegar até a radio era uma luta por dia. Pior era chegar lá e descobrir que a máquina estava quebrada.


Lembranças que vão pro lixo!


Também não esquecerei os amigos que fiz lá, os pacientes, cada um com o seu problema e suas angústias. De todos a única que sentia dor era eu. Dor física. Afinal todos já tinham feito a cirurgia e quimioterapia, e eu estava fazendo os dois juntos, num local interno. Mas aquelas pessoas, eram as únicas desde o começo de tudo isso me olhavam e eu podia ver em seus olhos que elas sentiam o mesmo que eu, e elas sempre me respondiam com um sorriso. Sempre. E minha família que precisou se deslocar, gastar o seu tempo pra me levar, por que eu sentia dores e não podia pegar um ônibus também por conta da queda dos leucócitos, evitando locais com muita gente. E na família estão todos inclusos, a minha, a do meu namorado e a da esposa do meu irmão, eu nunca conseguirei agradecê-los o suficiente.


Digo que terminou a primeira fase agora. Vou esperar um tempo, fazer novos exames para fazer a cirurgia de retirada do tumor. Estou bem, apesar das complicações da radio, ainda vou ver o médico para receber alta e ver se é tudo normal. A cistite melhorou, mas agora estou tendo sangramento retal em grande quantidade o que chega a me preocupar um pouco mas tudo indica que seja reação da radio. O pior já passou.


Amigos, por favor continuem pedindo por mim. Ás vezes fico triste ao pensar em toda situação, e ao pensar nos danos definitivos que tudo isso pode me causar, aí rapidamente penso que ter descoberto tudo antes de ter metástases foi o melhor que pode me acontecer. É meio inevitável, e mesmo que não pareça, estou muito feliz de me sentir bem, de poder viver um pouco de novo. Quando digo viver é... Sair na rua, ir trabalhar, ter vontade de sair da cama, cozinhar, sentir o gosto da comida... Enfim, tudo isso que a gente não costuma dar a mínima...


Desejo muita sorte para os meus amigos da radio, sinto falta de Seu Severino dizendo que não está gostando por que cheguei triste, e logo contando alguma coisa daquele jeito dele fazendo todos rirem. Dos conselhos e remédios naturais pra fazer a dor passar e das conversas divertidas com Virgínia, do rosto amigável do Seu Fritz... Peçam por eles também, para que todos continuem sendo muito felizes nesta vida.


Simbora, que não terminou ainda!!! 

domingo, 17 de junho de 2012

Uma pausa

Desde o fim de março o blog está "abandonado". Eu tinha um procedimento para ser feito em abril e logo depois começaria o laser. Também tinha uma volta para o cirurgião em abril quando fez 3 meses da cirurgia. Não fiz nada disso. E agora haverá uma pausa de pelo menos 1 ano neste tratamento.


Passei um bom tempo pra decidir fazer esta postagem. Mas tudo tem um lado bom, e minha exposição pode salvar a vida de alguém. O motivo pelo qual vou ter que dar esta pausa na minha vida e em algumas outras coisas é que em abril ao fazer um exame de colonoscopia foi encontrado um tumor maligno de origem intestinal de 7,8 cm no reto (região médio/alto).


No dia 16 de abril fiz o exame, e no dia 17 tive o resultado da biópsia que era um adenocarcinoma bem diferenciado. Um câncer. Uma das piores semanas da minha vida. Cerca de dez anos atrás, eu sofri um acidente onde poderia ter morrido, vi toda minha vida passar pelos meus olhos como se diz. Desta vez, eu vi toda a vida que eu queria viver passando pelos meus olhos. Não comia direito, e achava que ia morrer. Mas logo tudo foi ficando mais tranquilo. Só tenho que seguir um passo mais lento... Lutar... Vai doer, vai ser difícil, mas vai passar e tudo será leve novamente.


Logo na primeira semana fui ver a dermato e o cirurgião, já que estava marcado, e ambos me confortaram dizendo que o fato de ser jovem conta muito para o sucesso do tratamento, e as células cancerígenas serem bem diferenciadas também é um bom prognóstico, respondem bem ao tratamento. Foram muitas conversas longas com minha cunhada que é médica sobre isso e aos poucos foi confortando o meu coração. Já comecei  o tratamento e no final deste mês termino a quimioterapia e a radioterapia. Serão 28 sessões de RT com 2 ciclos de QT, cada ciclo com 4 dias de medicação. 


O tratamento com laser foi parado, a dermato disse que apesar da distância da aplicação no rosto e o local do tumor, as células cancerígenas gostam do calor para se multiplicarem. Sobre o câncer o estadiamento foi T3N2. Fiz ressonância magnética, e duas tomografias para certificar a situação. Foi mais uma notícia boa, tudo limpo, sem metástases. Depois desse tratamento farei uma cirurgia para retirada do tumor que tende a regredir com a QT e RT. E depois mais quimioterapia neoadjuvante para ter certeza que destruímos até aquilo que ficou e não podemos ver.


Tem sido muito doloroso... Tenho sofrido com a radioterapia, dores insuportáveis que tenho que suportar. E aqui vai meu objetivo. É claro que se eu tivesse procurado o médico logo antes nada teria acontecido, mas quando algo tem que acontecer... Temos que passar por elas. Se não tirarmos nada de bom e não nos aprimorarmos de que adianta essa vida? É assim que eu vejo. 


Tudo começou com um sangramento no momento de evacuar e como eu tinha pesquisado vi que poderia ser desde um câncer intestinal até uma simples hemorroida. E vi que o câncer só acontece a partir dos 60 anos e aí os idosos precisam fazer a colonoscopia uma vez por ano, e a partir dos 50 anos se tiver algum caso de câncer na família. Eu com 29 anos, sem casos desse tipo na família, o sangramento parava e voltava às vezes. Então não me preocupei. Provavelmente era apenas um pólipo benigno 3 anos atrás, que poderia ter sido retirado.


Então, se eu puder ajudar alguém neste momento, gostaria de dizer que vá SEMPRE ao médico a qualquer sinal estranho que seu corpo mandar. Se o médico não passar o exame, por que as probabilidades são pequenas de você ter alguma coisa por conta da sua idade ou genética, insista. Faça o exame. Das duas uma, você vai se certificar que não tem nada, ótimo, ou vai ver que tem algo e sofrerá menos...


Procuramos razões para isso ter acontecido comigo aos 29 anos. A médica ficou muito surpresa e logo pediu exames para minha família e disse que comemos veneno, em se tratando dos alimentos que comemos hoje em dia. Então, que este relato sirva para que você faça diferente na sua vida. Agradeço muito a minha família como um todo, meu namorado e sua família que considero minha também, todos têm me ajudado. Meus amigos, colegas me dando suporte de diversas maneiras. Rezando, orando ou simplesmente pensando positivamente mandado suas boas energias. Estas são as melhores coisas, os melhores remédios para qualquer doença e pra vida inteira. Obrigada!


Logo estarei de volta pra continuar este sonho! Vai demorar um pouco, mas vou realizá-lo! Até!



quarta-feira, 21 de março de 2012

Peeling - Terceiro dia

Finalmente depois de três dias minha pele está assim:



Achei até que foi pouca a descamação. Isso é o efeito do peeling, a pele morta tá indo embora, mas como eu falei anteriormente foi tão fraquinho que largou pouco mesmo, e a pele ficou só levemente avermelhada. Nem escureceu tanto. 

É isso, notícias agora só quando fizer 3 meses da rinoplastia, pois Dr. Leonardo quer ver e tirar mais fotos. Então postarei mais um comparativo de fotos. 

Até mais!!

segunda-feira, 19 de março de 2012

Dermatologia - Peeling

Olá pessoas, atualizei pra postar as fotos do peeling que fiz hoje. O peeling é na verdade uma microdermoabrasão. Ele retira uma camada da pele, de forma mais branda que o laser, por exemplo. Existem vários tipos de peelings químicos, mas basicamente é um ácido mais forte que esses que a gente compra pra aplicar na pele.


O peeling feito em mim hoje foi bem superficial. Inclusive, a dermato havia falado que não iria fazer peelings em mim por que as cicatrizes são muito profundas, e o efeito é praticamente nenhum. Mas, voilá:

Lado direito

Lado esquerdo
No momento da aplicação a médica vem com um algodão embebido no ácido e passa com bastante força em todo o rosto. Aí, fica queimando, ardendo, depois ela põe uma gaze bem fria, que alivia. Mas comparado com o laser, isso foi besteira. Senti nada demais. E pronto, feito o peeling. As recomendações são usar um pouco da Vaselina Sólida (pomada) e muito protetor solar. A tendência é a pele escurecer por uns 3 dias, e começar a descamar.


Engraçado que só ficou bem avermelhado mais nas bochechas, apesar de ter passado no rosto todo. E estou sentindo minha pele, muito, mas muito macia! Nem parece minha pele! 


Viram como meu lado direito é o pior? Dei um zoom:




Eu nem vou fazer antes e depois, por que praticamente não vai ter mudança nenhuma mesmo. Abraços, e amanhã ou depois eu conto como ficou. 

quinta-feira, 15 de março de 2012

2 meses de Rinoplastia

Rapidinho se passaram 2 meses. E hoje eu tenho novidades tanto da Rinoplastia quanto da dermatologista do tratamento da acne. Primeiro falando sobre a Rino, depois de dois meses eu fiz a montagem abaixo, deem uma olhada:



E aí, vocês acham que o nariz ainda mudou? Vai mudar? Dr. Leonardo da última vez disse que eu esperasse o resultado depois de 6 meses, e definitivamente mesmo depois de 1 ano. Eu confesso que gostaria que nesse tempo essa ponta afinasse só uma besteirinha de nada. É que parece que ficou uma "bolinha" aí na ponta. Mas é óbvio que eu estou feliz né. Meu nariz tá lindo! Sinto pouquíssima dor, mas ainda não posso dizer que meu nariz tá 100% normal. Tá duro ainda, essa semana meu pai tocou na ponta, e achou super estranho, foi engraçado. Mas com o tempo isso acaba.

Hoje, foi minha volta à dermatologista. Ela analisou a pele, e achou que estava muito oleosa, e com muitos cravinhos. Desde o ano passado não fiz limpeza de pele né. Por conta da cirurgia eu não posso fazer ainda. Por que ela mexe com força mesmo em toda região, e como ainda está meio dolorido, eu não aguentaria. Enfim, a dermato passou um ácido mais forte, um sabonete pra controlar a oleosidade, e continuar no protetor (um bem sequinho) caríssimo por sinal, vou ficar lisa, e assim preparar a pele.

O projeto que eu havia entrado no ano passado no Hospital das Clínicas acabou, mas ela disse que eu fosse lá semana que vem, por que haverá duas sessões este ano. E ela também falou sobre fazer uma dermoabrasão. Pesquisando na net, encontrei que a dermoabrasão é indicada para pacientes com cicatrizes extensas, e profundas de acne. São lixas especiais e um aparelho chamado dermoabrasor. Parece-me que é mais profundo que o laser. Não estou com medo. =/

Bem, não vou me estender muito nisso. Estou sem tempo de pesquisar, prometo um post mais extenso sobre isso, até por que gosto de me inteirar sobre cada procedimento que vou fazer. Semana que vem trarei novidades, se vai rolar laser e/ou dermoabrasão, e quando será!

Beijos a todos!!!
Até!