terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Quantos desabafos?

E lá se foi mais uma QT. E ontem eu estava tentando dormir, na minha cama no meio de tanto mal-estar. Não sei quem vai ler isso, nem sei em quem vai tocar, se é que tem que tocar alguém. Mas ontem tudo que eu pensava, era que se eu pudesse eu daria tudo pra ter a vida que você tem aí, sem quimioterapia. Daria tudo mesmo. Daria minha coleção de Hanson (alguns amigos sabem o quanto eu gosto de Hanson). Daria meus livros, todos eles. Meu salário... Por que nada disso servia pra mim nesse momento. Eu só queria me sentir bem. Ainda não estou me sentindo bem, mas amanhã eu sei que vou. Não é possível, afinal são sete dias.

Ainda faltam cinco (quimioterapias). E parece uma ETERNIDADE. E eu não sou forte coisíssima nenhuma, se engana quem pensa assim. Eu aguento por que tem que aguentar mesmo, senão eu vou fazer o que? Eu choro. Eu estou viva e quero viver, no meu caso é o preço que eu tenho que pagar nesse momento. Mas nada resolve. Vou dizer no que eu me agarro. Não é que vai terminar e eu vou ficar bem, vai demorar demais isso. Se eu pensar assim, vou ter um troço antes do fim. O que me serve é que eu começo na quarta, e na próxima quarta, eu vou estar melhor, bem, não. Melhor. É só isso, não é nada demais.

Eu queria mesmo era me levantar todos os dias às 6 horas da manhã pra ir trabalhar e poder reclamar disso. Mas eu não posso, então eu choro. Sei que inveja é um sentimento ruim, mas eu sinto muita, muita inveja agora de quem não tem que fazer quimioterapia.

Eu tinha pensado em outras coisas bonitas pra dizer, ontem à noite. Mas agora eu nem lembro mais. Lembrei que muitas vezes eu chorei por pessoas que me fizeram muito mal, eu achava que me sentia mal. Me sentia nada... Quão inocente eu era. Achava que aquilo era dor, amar quem não te ama. Puft. Conheci outra muito pior, e espero do fundo do coração que você não a conheça. Um conselho, aproveita que você está vivo e vai viver, já que eu só vou sentir isso amanhã...

Até amanhã!

6 comentários:

  1. Eu digitei taaaaaaaaanta coisa mas apagou tudo pq eu não selecionei a minha identificação ¬¬

    Não posso dizer nada com firmeza em relação ao que vocÊ tá passando Milena, só o que imagino. Mas talvez o psicológico afete tanto quanto o mal estar físico. A gente diz que você é forte pra vc se sentir forte, pq vc não pode se entregar por mais que esteja ruim agora. É como vc disse, tá viva e quer viver, então vamos pensar que amanhã vai acordar melhor, orar pra acordar melhor, orar pra ter forças. Vc tá fazendo uma coisa que a gente que não tá com esse problema não faz que é viver um dia de cada vez, a gente deixa tanta coisa passar...
    3 já foram. tente lembrar de quando foi com a primeira QT, ainda tinham 7 pela frente, agora 5. Você tá conseguindo sim. Tenta não pensar no tanto que falta, quando chegar, chegou. Faz. Pode ser fácil pra mim falar, eu sei, mas garanto que vou orar pra que você consiga se tranquilizar mais e superar.
    Beju grande =)

    ResponderExcluir
  2. Vc q se engana de achar que não eh forte! Mta gente, no seu lugar, já teria entregado os pontos há bastante tempo... a começar nas sessões de RT que vc já passou... acredito do fundo do coração que não eh fácil, não mesmo. Deve ser extremamente difícil. Mas vc já segurou a onda, e bem, até hoje... e vai continuar segurando pq vc eh uma guerreira sim. De verdade. Pode ter certeza de que sua visão eh assim agora pq vc está num ponto crítico do tratamento. E qdo a gente tá no meio do furacão eh difícil achar algo 'bonito'. Mas amanhã... e não digo amanhã, dia 12/12/12, digo um amanhã mais à frente, qdo vc olhar pra isso td que passou atrás e vir que está viva, que está feliz e curtindo mto mais intensamente as coisas que virão (justamente por ter tido essa experiência), aí sim, vc vai dizer que tudo valeu a pena, e que sua vida ganhou outro sabor, outra forma de ser aproveitada, mto mais de coração aberto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PS: o anônimo aí sou eu, Tati, sua cunhada :*

      Excluir
  3. Mi, imagino sua dor e aflição, discordo quando diz que não é forte, mas compreendo que o momento impede de você enxergar a força que tem, é como Tati bem colocou "no meio do furacão não dá pra ver o sol", mas nem você mesma imagina a força que tem.
    Queria dizer muita coisa bonita, reconfortante, e tal, mas também sofro com a sua dor, e não consigo encontrar a palavra certa para me expressar.
    Mas de uma coisa tenho certeza, conheço um Deus que pode enxugar tuas lágrimas, abrandar tua dor, sarar tuas feridas, e trazer de volta aquele sorriso lindo que você tem.
    Continuarei orando a Deus por você, e torcendo pela sua vitória.
    Te amo, minha prima linda e querida!

    Sídelis

    ResponderExcluir
  4. me desculpe minha prima e a primeira vez que estou lendo o seu blog que muito me entristeceu por eu ser tao ingrata para com a vida para com meu DEUS por sofer por tao pouco enguanto existem pessoas passando por um vale mais olha ainda existe milagres nessa terra eu creio saiba que vc esta sendo um canal de bençao na minha vida.Voce vai cantar o hino da vitoria pq DEUS faz como ELE quer.Atraves do seu blog da sua historia DEUS esta abrindo muitos olhos te amo muito prima obrigado

    ResponderExcluir
  5. Deus é contigo! E tem te usado para "tocar" em outras pessoas, mais especificamente em mim, nesse exato momento. Vou parar de sofrer por coisas pequenas já! Vc é especial e mudou a minha vida! Fico grata por ter te achado... Grande beijo, fik com Deus... Obrigada!

    ResponderExcluir